12 junho 2013
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

IMG_2098-001

O amor precisa da paixão para estabelecer-se no começo, para conseguir fincar raízes em solos estranhos. O amor é calmo, tranquilo, sereno. Nunca apresenta perigo. Já a paixão é arrebatadora. Te pega, te joga e te tira do sério. Nada mais ganha sentindo, nada mais tem importância, depois dela nada resta. Só a loucura habitual em doses extremas. Por este motivo, ela tem data pré-determinada para terminar, um fim marcado. Se não fosse assim, ninguém daria conta de viver apaixonado, pois ela tira a fome. Não que ela seja um sentimento ruim, mas a inquietude incomoda que ela carrega consigo, faz com que ela abra espaço para algo maior, o amor. Este que é calmo e sereno, é o mesmo que carrega aquele sorrisinho no canto da boca. Esse que não tem hora para acabar, não tem data pré-determinada para nada. Este que supera tudo, que perdoa sem medo, que traz paz. Aquele que percebemos que a pessoa na fila do pão encontrou. Lógico que a insanidade da paixão enlouquecida, aquela que tira os seus pés do chão, faz uma falta danada às vezes. Doses de paixão são necessárias na plenitude do amor. Porém, um sem o outro não teria sentido, e muito menos graça alguma. Eles se completam e se necessitam, assim como eu e você.

Esteja você apaixonado ou já nas graças do amor, te desejo um dia de cheio de corações, pois sentimentos bons precisam ser comemorados sempre!

Comments

comments

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

IMG_2098-001

O amor precisa da paixão para estabelecer-se no começo, para conseguir fincar raízes em solos estranhos. O amor é calmo, tranquilo, sereno. Nunca apresenta perigo. Já a paixão é arrebatadora. Te pega, te joga e te tira do sério. Nada mais ganha sentindo, nada mais tem importância, depois dela nada resta. Só a loucura habitual em doses extremas. Por este motivo, ela tem data pré-determinada para terminar, um fim marcado. Se não fosse assim, ninguém daria conta de viver apaixonado, pois ela tira a fome. Não que ela seja um sentimento ruim, mas a inquietude incomoda que ela carrega consigo, faz com que ela abra espaço para algo maior, o amor. Este que é calmo e sereno, é o mesmo que carrega aquele sorrisinho no canto da boca. Esse que não tem hora para acabar, não tem data pré-determinada para nada. Este que supera tudo, que perdoa sem medo, que traz paz. Aquele que percebemos que a pessoa na fila do pão encontrou. Lógico que a insanidade da paixão enlouquecida, aquela que tira os seus pés do chão, faz uma falta danada às vezes. Doses de paixão são necessárias na plenitude do amor. Porém, um sem o outro não teria sentido, e muito menos graça alguma. Eles se completam e se necessitam, assim como eu e você.

Esteja você apaixonado ou já nas graças do amor, te desejo um dia de cheio de corações, pois sentimentos bons precisam ser comemorados sempre!

Comments

comments



Comentários


Deixe seu comentário:

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×