12 julho 2012
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Conheci o Rio de Janeiro no final de 2010, passei só três dias , tempo suficiente para me apaixonar pela cidade. Mas o que marcou a viagem, com certeza, foi o albergue que nós ficamos. Nunca tinha ficado em nada parecido. A história foi que decidimos  viajar de última hora e o hotel onde meus pais iriam ficar não tinha mais quartos. Então para ficarmos perto deles, descobrimos um albergue a alguns quarteirões do hotel.

O Stone Of a Beach é um hostel  super bem localizado,  há dois quarteirões da praia de Copacabana. Lá há quartos femininos, mistos e privativos. Os quartos femininos e mistos são muito mais em conta, como éramos seis mulheres pegamos um feminino. Tem que ser muito moderno e aventureiro para pegar um quarto misto com pessoas que você nunca viu na vida.  Para quem nunca ficou em um albergue, como nós, no começo é tudo muito estranho. A primeira coisa que estranhamos foi o banheiro, ele era coletivo, pequeno e privacidade zero.  O chuveiro era quase em cima da privada, literalmente, o espaço é muito pequeno e só possui uma portinha de madeira. Imagina a cena você tomando banho e um gringo que você nunca viu na vida escovando os dentes do seu lado praticamente. rs Muito esquisito e engraçado.

Comédia  mesmo foi quando chegamos lá, já era tarde da noite. Na portaria os recepcionistas tinham  dreads, estilo sou paz e amor e vivo na praia. O pior que eles também estavam estranhando a gente lá, quatro jovens, com duas tias e meus pais neuróticos. De longe esse é o público que frequenta . hahaha

Já no outro dia estávamos super familiarizadas com nosso albergue, lá é uma ótima oportunidade de conhecer gente diferente. Já simpatizamos com os gringos no banheiro, sempre cumprimentando numa língua que nem tínhamos ideia de onde era. Na primeira noite saímos para comer no calçadão e voltamos para dormir. No outro dia os recepcionistas perguntaram por que a gente não tinha ido à boate. Boate como assim? Vocês acreditam que tinha uma boate no albergue, debaixo do nosso quarto e nós não escutamos nada? Então na segunda noite lá fomos nós, era no subsolo, tipo no porão. A boate era alternativa, com pessoas de todos os tipos, quem é do albergue tem desconto. Dançamos Michel Jackson e outros remakes e quando cansamos subimos a escada e fomos dormir. rs

No Stone tem internet Wi-fi e alguns computadores comunitários, há uma sala de televisão que parece um cinema, tem um terraço charmoso com piscina onde à noite vendem drinks e onde também é o café da manhã. No final amamos a nossa experiência no albergue e desde então fazemos planos para voltar.

Café da manhã todo nutritivo, com frutas, iogurte e granola. 

Para quem se interessou:

Stone of a Beach  

Endereço:

Rua Barata Ribeiro, 111 – Copacabana Rio de Janeiro – RJ – Brasil
Telefone: (0xx21) 3209-0348
E-mail:
bookings@stoneofabeach.com.br

Não sei se os preços estão atualizados, mas foi o que encontrei na internet:

Diária em quarto coletivo (Baixa e alta temporada, respectivamente, em quarto com 18 camas): R$ 25 e R$ 40*
Diária em quarto coletivo (Baixa e alta temporada, respectivamente, em quarto com banheiro e 6 camas):      R$ 39 e R$ 49*
Diária em quarto privativo/duplo (Baixa e alta temporada, respectivamente):  R$ 120 e R$ 140

*Preços por pessoa

Eles tinham um site, mas parece que está desativado.

Essa semana teremos mais posts sobre o Rio, aguarde.

Comments

comments

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Conheci o Rio de Janeiro no final de 2010, passei só três dias , tempo suficiente para me apaixonar pela cidade. Mas o que marcou a viagem, com certeza, foi o albergue que nós ficamos. Nunca tinha ficado em nada parecido. A história foi que decidimos  viajar de última hora e o hotel onde meus pais iriam ficar não tinha mais quartos. Então para ficarmos perto deles, descobrimos um albergue a alguns quarteirões do hotel.

O Stone Of a Beach é um hostel  super bem localizado,  há dois quarteirões da praia de Copacabana. Lá há quartos femininos, mistos e privativos. Os quartos femininos e mistos são muito mais em conta, como éramos seis mulheres pegamos um feminino. Tem que ser muito moderno e aventureiro para pegar um quarto misto com pessoas que você nunca viu na vida.  Para quem nunca ficou em um albergue, como nós, no começo é tudo muito estranho. A primeira coisa que estranhamos foi o banheiro, ele era coletivo, pequeno e privacidade zero.  O chuveiro era quase em cima da privada, literalmente, o espaço é muito pequeno e só possui uma portinha de madeira. Imagina a cena você tomando banho e um gringo que você nunca viu na vida escovando os dentes do seu lado praticamente. rs Muito esquisito e engraçado.

Comédia  mesmo foi quando chegamos lá, já era tarde da noite. Na portaria os recepcionistas tinham  dreads, estilo sou paz e amor e vivo na praia. O pior que eles também estavam estranhando a gente lá, quatro jovens, com duas tias e meus pais neuróticos. De longe esse é o público que frequenta . hahaha

Já no outro dia estávamos super familiarizadas com nosso albergue, lá é uma ótima oportunidade de conhecer gente diferente. Já simpatizamos com os gringos no banheiro, sempre cumprimentando numa língua que nem tínhamos ideia de onde era. Na primeira noite saímos para comer no calçadão e voltamos para dormir. No outro dia os recepcionistas perguntaram por que a gente não tinha ido à boate. Boate como assim? Vocês acreditam que tinha uma boate no albergue, debaixo do nosso quarto e nós não escutamos nada? Então na segunda noite lá fomos nós, era no subsolo, tipo no porão. A boate era alternativa, com pessoas de todos os tipos, quem é do albergue tem desconto. Dançamos Michel Jackson e outros remakes e quando cansamos subimos a escada e fomos dormir. rs

No Stone tem internet Wi-fi e alguns computadores comunitários, há uma sala de televisão que parece um cinema, tem um terraço charmoso com piscina onde à noite vendem drinks e onde também é o café da manhã. No final amamos a nossa experiência no albergue e desde então fazemos planos para voltar.

Café da manhã todo nutritivo, com frutas, iogurte e granola. 

Para quem se interessou:

Stone of a Beach  

Endereço:

Rua Barata Ribeiro, 111 – Copacabana Rio de Janeiro – RJ – Brasil
Telefone: (0xx21) 3209-0348
E-mail:
bookings@stoneofabeach.com.br

Não sei se os preços estão atualizados, mas foi o que encontrei na internet:

Diária em quarto coletivo (Baixa e alta temporada, respectivamente, em quarto com 18 camas): R$ 25 e R$ 40*
Diária em quarto coletivo (Baixa e alta temporada, respectivamente, em quarto com banheiro e 6 camas):      R$ 39 e R$ 49*
Diária em quarto privativo/duplo (Baixa e alta temporada, respectivamente):  R$ 120 e R$ 140

*Preços por pessoa

Eles tinham um site, mas parece que está desativado.

Essa semana teremos mais posts sobre o Rio, aguarde.

Comments

comments



Comentários


isabellaabreu

Supeeeer fofo esse albergue. Devia ter tirado foto do quarto pra gente ter ideia de como é! =) Mas adorei… é mesmo uma ótima alternativa aos hoteis caríssimos do Rio!

RESPONDER
leveesolta

O Albergue é bacana sim, mas tem muita gente que não ia curti não viu Bella. É para quem é aventureiro e adora conhecer gente nova. Para quem é meio fresco não rola não, pois banho essas coisas são fodas.

RESPONDER
Florence Fontes

Eii Raíssa adorei esse post, achei sensacional esse albergue cara hahaha nem parece que fica no tumulto de copa rsrs boa dica…

RESPONDER

Deixe seu comentário:

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×