14 abril 2015

Na sexta-feira fui a uma palestra muito interessante no Minas Trend- depois conto mais- e aproveitei para almoçar com uma amiga querida. Já queria conhecer o Deli Fresh Food  há tempos, pois ele tem uma pegada natural e saudável. E como essa amiga é vegetariana, ela topou na hora.
unnamed (1)O lugar é um charme, lindo e com frutas frescas espalhadas pelos cantos. A ideia é mesmo a alimentação saudável. Durante a semana há duas opções de pratos por dia. Confesso que quando li sobre os pratos não me interessei muito não. Um era Baião de dois vegetariano (feijão fradinho, lentilha, arroz integral, coentro e legumes) e o outro um ratatouille (abobrinha e berinjela ao molho de tomate e pesto) acompanhado de um filé de lombo. Muito natureba né?
unnamedO baião de dois vegetariano

Só que o lugar é tão simpático que topei comer mesmo assim. A minha amiga foi de arroz e eu fui de lombo. Genteee vocês acreditam que me surpreendi demais com o sabor dos dois pratos? Odeio lentilha e coentro, mas o arroz estava maravilhoso.

Para beber há opções de chás (tomei um de hortelã com abacaxi) e o suco do dia, que é sempre uma mistura de ingredientes naturais. Os pratos do dia custam entre 20 a 25 reais, e são muito bem servidos. Veio também uma saladinha de batatas com azeitona de entrada que estava uma verdadeira delícia. Acredito que cada dia deve ser uma entrada diferente também.
10603208_705488452833123_4417846228355048530_nNo restaurante ainda dá para comprar frutas e verduras orgânicas, além de uma geladeira com molhos prontos e sobremesas light. Com certeza o Deli Fresh é uma experiência gastronômica incrível, até para quem torce o nariz para comida saudável!

Informações:

Rua Pernambuco 989, loja 1 – Savassi
Telefone: 031 3267-4945
Funcionamento: 09:30 – 19:30

Fotos: Paulo Cunha / Outra Visão

unnamed

Na sexta-feira fui a uma palestra muito interessante no Minas Trend- depois conto mais- e aproveitei para almoçar com uma amiga querida. Já queria conhecer o Deli Fresh Food  há tempos, pois ele tem uma pegada natural e saudável. E como essa amiga é vegetariana, ela topou na hora. O lugar é um charme, lindo […]

Leia mais



2 junho 2014

Que bloguito mais abandonado!  E a minha explicação é sempre a mesma: estou trabalhando muito. O jornal é como um filho para mim, ele precisa de cuidados diários e nunca sobra tempo para mais nada. E nem criatividade, para ser sincera!
foto

(Foto: Tia Arlete, minha mãe e eu no avião)

Há duas semanas fui para São Paulo para tirar meu visto americano (Irmã ai vou eu!!),  aproveitei para ver a família e visitar alguns lugares. Fiz check-in no facebook nos lugares em que passei, como a Forever21 e a 25 de Março. E ai muita gente veio me perguntar sobre esses dois lugares, então resolvi fazer uma lista de quatro lugares que eu gosto muito na cidade, e quem nunca visitou SP deve conhecer.

25 de Maio
mot 3

Tinha que começar pela 25, claro.  Lá é um lugar muito engraçado, porque divide opiniões, têm pessoas que detestam e têm pessoas que amam como eu (\o/). Quem não curte uma muvuca, muita gente e confusão, por favor, não vá a 25 de Março.  Tudo é muito bagunçado e misturado, tem comércio em barracas no meio da rua e têm lojas mais sofisticadas. Dá de tudo um pouco mesmo. O que podemos encontrar por lá? Muitas bijuterias, e dos mais variados preços. Você encontra coisas muito baratinhas, como brinco de festa por 7 reais, mas pode encontrar também por 70 reais. Depende muito da loja.  Uma coisa que eu faço é entrar sempre em muitas lojas antes de comprar, faço uma pesquisa rápida. Claro, se você for com tempo, mas se encontrar algo barato compra logo, porque voltar e achar o mesmo brinco é quase missão impossível. A pesquisa é mais de preço, quando encontro uma loja com itens bonitos e com preço bom, já fico por lá. Mas vale a visita para conhecer, mesmo se seu interesse não for comprar. Do lado da 25 também está o bairro Santa Efigênia, famoso por vender eletrônicos baratos (Tipo nosso shopping Oi) e o Mercado Municipal, onde vale dar um voltinha também.

Parque Ibirapuera

mont

Este passeio é para quem curte a natureza, é o pulmão da cidade de São Paulo. Um espaço muito agradável, onde podemos encontrar muita gente fazendo esportes ao ar livre. Há também pistas de corrida, para quem está na onda de correr. O bom que existe percursos de diversos tamanhos, para quem está iniciando e para quem já corre maratonas. No parque você também pode alugar bicicletas e, quem curte fazer fotos, lá é um lindo cenário para uns clicks.

Avenida Paulista
mot 2

Este lugar me causa suspiros, amo a Paulista. É uma avenida da cidade onde encontramos as maiores empresas do mundo. Muitos arranha-céus, dá para ficar encantada pelos prédios gigantes. Na local há muitas lojas, restaurantes, museus e cafés. É como se fosse um shopping ao ar livre. O mais legal da avenida é que você encontra pessoas de todos os jeitos e tribos. Há executivos correndo para baixo e para cima, pessoas bem vestidas, que eu sempre ficava imaginando em que multinacional essas pessoas tão engomadas trabalhavam. rs Você vê também muita galera andando de patins, de skate, pessoas fazendo apresentação de danças, artistas. A noite a Paulista se torna um ponto boêmio da cidade.  Trabalhei  poucos meses a um quarteirão da avenida, era um lugar onde eu adorava fazer caminhadas para pensar na vida. Naquela época estava muito perdida, então andei muito na Paulista. Acredito que é um passeio divertido, tanto de dia como de noite.

Higienópolis e Pizzaria Vica Pota
photo2 (1) photo3

photo4

Já falei de um restaurante de SP (aqui), mas não conheço muitos na cidade não. A pizzaria Vica Pota foi onde um primo meu casou. As pizza são deliciosas e o lugar é um charme. Conheci em outubro do ano passado quando fui para o casório e voltei lá desta vez também. Antes o lugar funcionava só à noite, mas agora eles estão oferecendo também almoço aos finais de semana. Fomos almoçar no sábado e acabamos ficando a tarde toda. No lugar tem uma varanda que dá vista para o parque Buenos Aires, o que deixa o ambiente bem agradável. A Vica Pota recebe também muitos artistas e famosos por estar em um bairro nobre da cidade. E quem vai ao restaurante vale a pena dar uma voltinha pelo bairro, fiquei fascinada a primeira vez que passei por Higienópolis. A igreja que meus primos casaram também está no bairro, e é uma das mais bonitas que já conheci.

Espero que gostem das minhas dicas!

beijos, beijos

 

GRAF SÃO PAULO/SP 24/07/2012 GRAFITE PAULISTA GERAL JT ESPECIAL EMBARGADO - Um grafite está sendo pintado na lateral de um prédio que fica na Av. Paulista esquina com a Av. Brigadeiro Luis Antonio.

Que bloguito mais abandonado!  E a minha explicação é sempre a mesma: estou trabalhando muito. O jornal é como um filho para mim, ele precisa de cuidados diários e nunca sobra tempo para mais nada. E nem criatividade, para ser sincera! (Foto: Tia Arlete, minha mãe e eu no avião) Há duas semanas fui para […]

Leia mais



6 julho 2012

Na última semana eu comemorei o dia dos namorados no topo do mundo.  Sei  que o dia já passou há muito tempo, mas foi a data que deu para a gente não deixar passar em branco. Queria um restaurante diferente, e sempre fui doida para conhecer o Topo do Mundo. O lugar é uma delícia, e a vista já diz tudo. Ela é realmente impressionante, de lá dá para ver todas as cordilheiras da Serra da Moeda e a gente até sente mais perto de Deus.

Acredito que todos os frequentadores do Topo do Mundo são atraídos pelo ambiente diferente e a paisagem magnífica. O cardápio não tem muitas variações para quem vai para comer um tira gosto e tals. Há mais opções de refeições, como massas, risotos e carnes. E depois das 18:00 horas você pode se deliciar com fondue doce ou salgado, tomando um vinho. Já pensou? Já quero muito ir um dia à noite, deve ser super romântico. Só o frio que deve ser de matar, pois ao meio-dia com muito sol já ventava gelado pra caramba.

Os preços são um pouco salgado, mas isto é devido ao lugar. Os pratos principais individuais com carnes vão de 40 a 60 reais. As massas individuais vão de 35 a 40 reais. Pedimos um Fettuccine ao molho bechamel (que é o típico molho branco kk) com salmão e alho poro, que é uma verdadeira delicia. O prato vem super caprichado, tanto que eu não consegui comer tudo. Mas apesar dos preços, acredito vale a pena ir lá de vez em quando.

O restaurante ainda fica ao lado da rampa de voo livre, onde há diversos praticantes de paraglider. Dá para passar a tarde ali observando a natureza e os corajosos cortando o céu.  Em um próximo post eu falo sobre os esportes praticados lá. Meu texto já está enorme. rs

Ahh ele fica situado no alto da Cordilheira da Serra da Moeda, a uma altitude de 1500m, dista 34 Km de BH.

Um beijoo

Na última semana eu comemorei o dia dos namorados no topo do mundo.  Sei  que o dia já passou há muito tempo, mas foi a data que deu para a gente não deixar passar em branco. Queria um restaurante diferente, e sempre fui doida para conhecer o Topo do Mundo. O lugar é uma delícia, […]

Leia mais



24 maio 2012

Ontem uma amiga me ligou no meio da tarde me chamando para ir tomar um café, logo pensei “café?” rs Engraçado não? Ela já tinha me chamado algumas vezes e sempre achei o convite estranho. rs Eu até gosto bastante de café, mas como BH é a cidade dos barzinhos, nunca me passou pela cabeça ir a um café. Já fui uma vez em um da Savassi para passar o tempo, quando estava esperando alguém, mas acho que pedi um refri e nem prestei atenção no lugar.

Resolvi ir, fui, e apaixonei. O lugar é bem aconchegante. Decoração toda bonitinha e moderna, tem desenhos fofos e criativos nas paredes. O atendimento também é muito bacana, a menina que atendeu nossa mesa era uma simpatia. Mas o melhor estava por vir, a comida. O sanduíche que eu pedi era de creme de azeitona com creme de palmito, queijo branco e tomate. Pensei “deve ser bom”, mas o trem era bom demais. Na hora da bebida, ia pedir um suco, porque café com chocolate quente não combinava com a minha comida. Mas minha amiga me fez experimentar um café, pedi um com chantilly mais chocolate de avelã, também indecente de bom. Tá vendo a gente tem é  que experimentar as coisas.

Lá tem muitas opções de cafés, quentes ou frios. Os frios vêm com sorvete no meio, pouco bom. Também tem os com álcool, para esquentar de verdade nestas noites frias.  E para comer tem diversos quitutes, até broa de fubá tem. Os preços são ótimos, os sanduíches custam entorno de 8 reais e as bebidas também vão até esse preço, os tamanhos maiores.

E falando de café por aqui, descobri que hoje é o dia nacional do café e também o dia que começa o Circuito de Cafeterias de Belo Horizonte. Nem sabia que isso existia. Mas porque o evento é recente ainda, está na sua segunda edição. Ao todo são 33 estabelecimentos participantes. Uma oportunidade para o público de BH conhecer as diversas cafeterias da cidade. O evento vai do dia 24 de Maio a 24 de Julho. Cada estabelecimento vai preparar pratos e cafés especiais para o evento. Saiba tudo sobre o evento aqui.

Endereço: Rua dos Guajajaras, 416, Centro, Belo Horizonte, telefone (31) 3224 8274.

Horário de funcionamento:
De segunda a sexta, das 8h às 21h30
Sábados e feriados, das 9h às 21h

Ontem uma amiga me ligou no meio da tarde me chamando para ir tomar um café, logo pensei “café?” rs Engraçado não? Ela já tinha me chamado algumas vezes e sempre achei o convite estranho. rs Eu até gosto bastante de café, mas como BH é a cidade dos barzinhos, nunca me passou pela cabeça […]

Leia mais



20 abril 2012

Vamos cair no samba?

A dica de hoje é de um lugar de Belo Horizonte que eu adoro. O Gamboa é uma verdadeira casa de samba de raiz. Não conheço muito de samba, a maioria das músicas que tocam lá eu nunca tinha escutado na vida, mas o clima é ótimo.

Conheci o lugar por indicação de uma amiga, ela me disse que tinha que ir lá, pois o lugar era minha cara. Não sei por que até hoje, mas amei de verdade. Não sou muito chegada em boates, gente pegando em você e aquela confusão toda. Mas gosto muito de dançar, e lá é um lugar que ninguém mexe com você, pois os frequentadores são admiradores do samba. Vão para se jogar na pista literalmente. Não indico o Gamboa, se a finalidade da sua noite for paquerar, mas tudo pode acontecer né? rs A faixa etária vária muito, você encontra pessoas de todas as idades. O que eu acho bacana, sou doida para levar meus pais lá.

A casa tem dois andares e se divide em vários ambientes. Há um espaço mais reservado, e outro com mesas para muitas pessoas. Há também um espaço com mesa de sinuca. Meus amigos gostam de ficar sempre no segundo andar e assistir o show de cima. Eu já gosto de ficar perto do palco e escutar o samba bem de frente, dá uma emoção.

A decoração é toda artesanal e colorida, dando mais charme ao lugar. Na pista de dança sempre h”a dançarinos profissionais para te ensinar a dançar. Comédia viu! Disse que gosto de dançar e não que danço bem, então é diversão na certa. Os garçons se vestem de acordo com o clima do lugar. Olha que bacana:

E sabe o que é o melhor de tudo? Que lá você pode ir de qualquer jeito, das três vezes que fui, usei rasteirinha. Só no sábado que dá fila na porta e um público mais arrumado, mas na quarta e na sexta as pessoas são mais relaxadas e vão do jeito que querem. O único ruim são os preços, acho a entrada um pouco cara e os preços lá dentro são de boate mesmo. Para quem bebe fica pesado.

Já na quarta a entrada é gratuita.

A banda Oi de Gato sempre toca lá, e é da minha amiga Mariana Roncale e amigos. Recomendo demais. Algumas fotos foram retiradas do facebook da banda. Nessa última foto é a Mariana tocando clarineta. Chique ela viu?!

O Gamboa fica na R. Sergipe, 1236 Savassi

Reservas, aniversários e eventos: (31) 3282-2997

Vale a pena conhecer e dançar até doer o pé. rs

bjão

Vamos cair no samba? A dica de hoje é de um lugar de Belo Horizonte que eu adoro. O Gamboa é uma verdadeira casa de samba de raiz. Não conheço muito de samba, a maioria das músicas que tocam lá eu nunca tinha escutado na vida, mas o clima é ótimo. Conheci o lugar por […]

Leia mais