11 setembro 2014

aguaEntão é isso? Formamos, procuramos um emprego, trabalhamos todos os dias, fazemos um monte de prestações, pagamos contas e mais contas. Depois casamos, temos filhos e a vida vira uma imensa rotina. Olhando assim pode parecer um porre. Que vida é essa? Para esse mundo que eu quero descer.  A resposta é sim, a vida é uma eterna rotina. Agora tudo depende de como você irá levar os seus dias.  Algumas pessoas decidem viver para reclamar, falar da sua vida terrível- na qual não fazem nada para mudar- e assim, contaminam o mundo a sua volta. Porque da mesma forma que bocejos e gargalhadas causam um efeito dominó, reclamação e desgraça também. Tenta conversar com alguém que está para baixo, imediatamente você vai começar a ficar mal. Já reparou? É aquela tal de energia positiva e negativa. Tudo que você oferece para o mundo, acredite, volta para você de alguma forma. 

E é no meio dessa rotina chata e degradante  que está o que você um dia vai querer contar para os seus filhos, os momentos marcantes e divertidos. Então faça a sua rotina valer a pena, corra atrás da vida que você quer ter. Vá atrás dos seus sonhos, sendo eles malucos ou não. Porque até mesmo os tropeços do caminho com uma boa pitada de humor, viram bons casos de serem contatos. Se a vida realmente for uma só, que tipo de pessoa você quer ser? Mostre ao mundo o seu melhor. No meio da rotina de todo santo dia dá para amar, beijar, rir, chorar, errar, acertar e tentar fazer diferente a cada amanhecer. Não se esqueça que o sol brilha todos os dias, e só cabe a você querer aproveitá-lo ou não.

 

 

Irmas

Então é isso? Formamos, procuramos um emprego, trabalhamos todos os dias, fazemos um monte de prestações, pagamos contas e mais contas. Depois casamos, temos filhos e a vida vira uma imensa rotina. Olhando assim pode parecer um porre. Que vida é essa? Para esse mundo que eu quero descer.  A resposta é sim, a vida é uma eterna rotina. Agora tudo depende de como você irá levar os […]

Leia mais



13 maio 2012

Eu e ela somos assim, como espelho. Leoninas de opiniões fortes. Vaidosas sempre. Teimosas e sonhadoras, os pés nunca se encostam ao chão. Se for parar para pensar, temos muito em comum. Sou sua continuação, consigo te reconhecer em mim. Conheço todas as suas expressões, você é tão decifrável. Fácil, fácil de ler os seus desejos. Você nunca sabe sustentar uma briga, pode até ter razão, mas sempre a perde. Perde pelo seu temperamento particular, pelo descontrole de querer sempre ter o controle da razão. E pode acreditar, isso chega a ser um charme seu. Uma coisa que não te falta é charme e traquejo. Uma simpatia que só. Como não gostar de você?  E não sou eu quem diz, são os outros. Fico bastante orgulhosa, e um pouco ciumenta, confesso. Aliás, ciúme disfarçado, também é uma de suas farsas favoritas, mas novamente eu te decifro. E conheço a sua carinha de “Vejam eu tô com ciúmes”, mas você nunca irá admitir. Ahh mas a gente sabe. Sempre sabe. A sua fortaleza frágil é o que mais me encanta. Você bate no peito e encara a vida e os problemas, tudo isso com muita leveza. Qualidade sua que ainda pretendo alcançar com o passar dos anos. Pois, os anos passam, e a cada ano eu te vejo mais nítida no meu espelho. Porque eu e você somos assim.

Uma pequena homenagem para minha mãe, neste dia que é dedicado a ela.

Feliz dia das mães!

Beijos

Eu e ela somos assim, como espelho. Leoninas de opiniões fortes. Vaidosas sempre. Teimosas e sonhadoras, os pés nunca se encostam ao chão. Se for parar para pensar, temos muito em comum. Sou sua continuação, consigo te reconhecer em mim. Conheço todas as suas expressões, você é tão decifrável. Fácil, fácil de ler os seus […]

Leia mais